Arsenal Renegade: banda revela conceito da música central de disco lançado, “Prophecy”
02/03/2021 16:14 em Notícias

“Genocide Apocalypse” é o disco de estreia do Arsenal Renegade. Os cariocas trazem em suas composições misticismo, guerras, mitologia, ficção científica, crítica social, terror e ufologia, fazendo também uma conexão e releituras de outras obras artísticas e elementos da cultura pop como livros, HQ, filmes e games. O novo disco é conceitual e tem alguns elementos principais: “A ideia central foi misturar três elementos básicos que é a história da Segunda Guerra Mundial, os eventos do livro de Apocalipse, junto com os cavaleiros e juntar tudo isso mesclando a realidade com a ficção.”

Para compreender “Genocide Apocalypse” é importante entender o momentum que o álbum retrata: “Dentro disso, nós temos dois personagens centrais, mais os cavaleiros, e temos os personagens coadjuvantes que vão aparecendo durante as músicas. Então temos que entender que, a partir da vinda dos cavaleiros para o plano terrestre, ao se abrir os portais celestiais, digamos assim, houve uma grande alteração da realidade, então diversos eventos bizarros ocorrem ao redor do globo, por exemplo, os soldados que estavam próximos ao cenário da capa do álbum, automaticamente se tornam zumbis. Então temos aí a influência do cavaleiro da morte, atuando diretamente e quanto mais próximo, mais afetados. E esses eventos não ocorrem só nesse cenário, em outros países também, como a gente vai ver.”

A história é contada sob diversas óticas em “Genocide Apocalypse”: “Nós temos uma trilogia de músicas que permeiam o enredo principal do álbum que são as músicas Prophecy e Messengers of Armageddon, Pt. 1 e Pt. 2, que basicamente falam de dois pontos de vista, Prophecy falando do ponto de vista dos dois soldados principais e Messengers of Armageddon, Pt. 1 e Pt. 2 falando do ponto de vista dos cavaleiros. Essas três músicas são dentro do mesmo cenário e acontece ao mesmo tempo, praticamente.”

“Genocide Apocalypse” traz alguns personagens principais e que marcam a história: “A Prophecy apresenta os personagens centrais por trás dessa história, o capitão William Castle e o soldado Johnny Barton que tem aí uma visão aterrorizante dos cavaleiros dentro daquele cenário de guerra da capa. Então eles têm aquela visão, mas estranhamente eles não são tão afetados, eles começam a se tornar zumbi, mas não chegam a completar a transformação. Nessa música nós temos três importantes passagens bíblicas que são mencionadas, 'E ouvireis falar de guerras e rumores de guerras; olhai não vos perturbeis; pois forçoso é que assim aconteça; mas ainda não é o fim. Porquanto, nação se levantará contra nação, e reino contra reino. Haverá fomes e terremotos em vários lugares.'”

Para se manter informado das novidades do Arsenal Renegade, fique ligado nas redes sociais da banda.

Arsenal Renegade é:
Johnny Hardy – Vocal
Anthony Ren – Guitarra
Will Bonner – Guitarra
Tonny Reapper – Baixo
Cláudio Givisiez – Bateria

Mais informações:
Facebook
Youtube
Twitter
Instagram

Fonte: Gleison Junior
Redação: RocKMetal

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!